Para PT, Dilma não pode ser mais refém de Cunha

462
6773
Rui Falcão orienta voto no Conselho de Ética contra peemedebista

O PT avalia que é um erro o partido e o governo continuarem reféns do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O peemedebista ameaça aceitar pedido de abertura de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff se petistas não o protegerem no Conselho de Ética.

Essa percepção do PT é a razão para o presidente do partido, Rui Falcão, ter orientado os deputados federais com assento no conselho a votar contra Cunha. Falcão se manifestou nesse sentido numa rede social.

Se o peemedebista se safar no conselho, haveria recurso ao plenário da Câmara. Surgiria, então, outra chantagem. E assim por diante enquanto Cunha presidisse a Câmara.

Na condição de refém, o governo fica paralisado politicamente.

*

Há duas razões principais a nortear a necessidade de o governo aprovar uma nova meta fiscal para 2015 _na prática, autorização para contrair mais gastos e ter deficit de até R$ 119,9 bilhões neste ano.

A primeira é que, sem mudar a meta, o governo para. A segunda: evitar que Dilma possa ser responsabilizada por desrespeitar a Lei de Responsabilidade Fiscal. Isso poderia servir de justificativa para eventual impeachment.

Assista aos temas do “SBT Brasil”:fonte:blog do KENNEDY

462 COMMENTS

Deixe uma resposta